Os vencedores do Prêmio Gerdau Melhores da Terra serão revelados neste sábado

Os vencedores do Prêmio Gerdau Melhores da Terra serão revelados neste sábado, 25 de agosto, às 11h, no auditório da Secretaria Estadual de Agricultura, Pecuária e Agronegócio do RS no Parque de Exposições Assis Brasil, da Expointer, em Esteio (RS).

O anúncio dos vencedores será feito pelo Diretor-Geral de Operações da Gerdau (COO) e Coordenador-Geral do Prêmio Gerdau Melhores da Terra, Claudio Gerdau Johannpeter, e pelo Coordenador da Comissão Julgadora do Prêmio, professor Luiz Fernando Coelho de Souza. O Secretário Estadual da Agricultura, Pecuária e Agronegócio do Rio Grande do Sul, Luiz Fernando Mainardi, também estará presente na coletiva de imprensa.

Em sua 30ª edição, a maior premiação da América do Sul para o setor registrou 600 participantes. Do total, 31 inscrições foram para a categoria Destaque, a qual reconhece equipamentos que estão em uso no mercado há, no mínimo, dois anos. Já na categoria Novidade Expointer, que busca reconhecer as inovações tecnológicas do setor, concorreram ao Prêmio 25 máquinas e equipamentos, os quais estarão expostos no local. Para concorrer na categoria Novidade, os equipamentos devem ter sido lançados após a última edição da feira. Por fim, a categoria Pesquisa & Desenvolvimento, voltada para estudantes e profissionais das ciências agrárias, somou 524 trabalhos inscritos.

Sobre a Gerdau

A Gerdau é líder no segmento de aços longos nas Américas e uma das principais fornecedoras de aços longos especiais do mundo. Com mais de 45 mil colaboradores, possui operações industriais em 14 países – nas Américas, na Europa e na Ásia –, as quais somam uma capacidade instalada superior a 25 milhões de toneladas por ano. É a maior recicladora da América Latina e, no mundo, transforma, anualmente, milhões de toneladas de sucata em aço, reforçando seu compromisso com o desenvolvimento sustentável das regiões onde atua. Com mais de 140 mil acionistas, a Gerdau está listada nas bolsas de valores de São Paulo, Nova Iorque e Madri.

 

Fonte: Revista Voto