Devido ao aumento do número de sócios com capacidade para votar, as eleições acontecem em dois dias neste ano e mexe com o interesse de 60 mil pessoas

Todo o processo preparatório das eleições que tem mobilizado os metalúrgicos da grande Goiânia já foi concluído. A partir das 8h desta quarta-feira, 22 e até as 18h da quinta-feira, as eleições para a escolha dos novos dirigentes do SindMetal-GO, estará movimento milhares de pessoas.

O colégio eleitoral fechou em 2.092 associados com capacidade de votar. Eles estão espalhados em 117 empresas da base de jurisdição do sindicato. Mais de 90% dos relacionados trabalham nas empresas sediadas nos municípios de Goiânia, Aparecida de Goiânia, Trindade e Goianira. Sete mesas coletoras itinerantes foram credenciadas para coletar o voto dos eleitores em seus locais de trabalho. Uma urna fixa funcionará na sede sindicato.


Ao todo, serão oito urnas para recolher os votos dos associados em condições de votarem

De acordo com o presidente do pleito, Edvard Pereira de Souza, cada detalhe foi pensado para proporcionar aos associados uma eleição tranquila e transparente. “Temos uma comissão especializada que dará todo suporte aos que trabalharão durante esses dois dias. Tudo já foi pensado e calculado”, comenta.

Serão 32 pessoas trabalhando diretamente nas eleições durante esse período entre presidentes de mesa, mesários e suplentes. Todos foram instruídos e estão capacitados a levarem os trabalhos a bom termo. O comando geral das eleições funcionará está instalado na sede da entidade e os associados terão vários boletins diários ao vivo na TV SindMetal para acompanharem o desenrolar da votação.  

Apenas um chapa, encabeçada pelo atual presidente, Roberto Ferreira, se inscreveu para concorrer. Entretanto, isso não significa que ela será eleita. A validade da eleição está condicionada ao comparecimento de mínimo de 30% do total dos eleitores relacionados na folha de votação. As urnas só poderão ser abertas para apuração se no horário previsto no edital de convocação para o encerramento dos trabalhos esse número tiver sido atingido, caso contrário, as eleições prosseguirão no dia seguinte até que seja obtido o quórum.

A sessão de apuração pública será realizada no dia 23 de janeiro, após o encerramento da coleta de votos e o fechamento das urnas, que está previsto no edital de convocação para ás 18h.

Veja também: 
 
 
 
 
Fonte: Núcleo de Jornalismo e Assessoria de Imprensa