Centrais sindicais de diferentes categorias se uniram em um protesto contra a Reforma da Previdência nesta sexta-feira (22) em Goiânia. Por volta das 7h, manifestantes se reuniram no Estádio Serra Dourada e seguiram para a BR-153, onde bloquearam parte do trânsito por algumas horas.

Em seguida, o grupo seguiu em carreata para a sede da Assembleia Legislativa em Goiás (Alego). O presidente do SindMetal-GO, Eugênio Oliveira, disse que o objetivo dessa mobilização é pressionar os governantes que apoiam as mudanças desastrosas na previdência e alertar a todos sobre os riscos que ameaçam o futuro da classe trabalhadora.

Todos os estados do país e o Distrito Federal organizaram manifestações para o Dia Nacional de Luta em Defesa da Previdência. Organizadores afirmam que o dia foi um alerta e a proposta de retirada dos direitos trabalhistas seja levada adiante pelo Congresso, os trabalhadores vão ser convocados a aderirem à greve geral por todo o país.
A Central de Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil (CTB) em Goiás afirmou que 500 unidades de ensino goianas não abriram.