O presidente interino Michel Temer criticou a gestão de Dilma Rousseff durante evento com 500 empresários realizado no Palácio do Planalto nesta quinta-feira (30). Ele sugeriu que o governo da pestista levava empresários à falência e que não promoveu desburocratização. As informações são do jornal O Globo.

A declaração foi feita depois que Temer foi informado de que um posto de gasolina, localizado na rodovia Castello Branco, que exibia uma placa com a frase “Não fale em crise, trabalhe” faliu.

O presidente em exercício adotou o lema e chegou a repetir os dizeres em seu discurso de posse. “Faliu por causa do sistema econômico anterior. No atual, não faliria”, criticou o interino.

Sem citar diretamente Dilma, ele condenou o modo “autoritário” que a presidente afastada teria de dialogar com Legislativo, ressaltando as boas relações que sua gestão mantém com os outros poderes. Por fim, ele afirmou que está fazendo o país “voltar à realidade”.

Fonte: Notícias ao Minuto