Ex-funcionários da Tecnox estão há dois meses sem receber da empresa o acerto firmado na justiça em outubro de 2016 devido ao atraso de pagamento dos salários dos empregados. Em junho do mesmo ano, a empresa atrasou os honorários em seis meses e os trabalhadores paralisaram as atividades por meio da greve. Atualmente, os empresários têm atrasado em dois meses os salários dos funcionários contratados.

O presidente do SindMetal-GO, Eugênio Francisco, conversou com os trabalhadores e disse que tomará as medidas necessárias para regularizar a situação

Para encontrar possível solução, o presidente do SindMetal-GO esteve reunido na sexta-feira (1) com os trabalhadores da empresa. “No momento econômico difícil em que passamos, atrasar salário é inadmissível! Manteremos contato com os funcionários e tomaremos as devidas providências”, afirmou o presidente do Sindicato, Eugênio Francisco. O advogado do SindMetal-GO, João Camargo, explicou que “a multa está sendo cobrada” e que serão realizadas medidas para regularizar a situação.

Além das medidas legais, o Sindicato continuará lutando para garantir os direitos dos trabalhadores, sem eliminar a possibilidade de nova greve.