Mobilizados e conscientes, os empregados da Mangels votaram pelo Acordo Coletivo. Mas, depois de muita pressão da direção da empresa, os metalúrgicos acabaram voltando atrás. O SindMetal-GO tomou todas as providências e abriu um processo contra a Mangels, por ato antissindical, no MPT da 18ª Região.