Com final emocionante, evento marca a história da educação sindical no Brasil

Com o encerramento na última sexta-feira, 18 de julho, do 13º Curso de Formação de Coordenadores de Atividades Educacionais promovido pelo sindicato dos metalúrgicos de Goiânia, 13 novos educadores do método de Paulo Freire foram formados e já integram a equipe de cursos da entidade.


Participantes recebem o certificado

Foram três dias de muita discussão sobre a educação brasileira e a realidade vivida atualmente pelos trabalhadores. Onze participantes pertencem ao quadro de colaboradores do SindMetal-GO e duas companheiras foram indicadas pelo Sindicato dos Metalúrgicos de Catalão – SIMECAT. 


Temas como a realidade do trabalhador e a atual educação brasileira foram debatidos

Maxwell Rezende Carrijo e Roberto Ferreira foram os coordenadores e aproveitaram ao máximo para extrair das experiências de vida e de trabalho dos formandos a essência de uma metodologia participativa e da pedagogia popular freiriana, que coloca educador e educando no mesmo plano com vistas a se chegar a uma educação transformadora e capaz de mudar a vida dos brasileiros.


Maxwell Rezende Carrijo, odontólogo e coordenador de cursos no SindMetal-GO

A avaliação final emocionou participantes e integrantes das equipes que atuaram no evento.  A estreia dos novos coordenadores de ideias está marcada para o dia 7 de agosto, na Escola Sindical da entidade, localizada em sua sede social. A diretoria promoverá o 55º Curso de Formação Sindical, direcionado aos associados que trabalham no chão de fábrica. 


Participantes se emocionam durante avaliação final
 
Veja também: