Entidade mobiliza alunos, professores e funcionários para a marcha que será realizada de 2 a 6 de maio

O Sinteps (Sindicato dos Trabalhadores do Ceeteps) está organizando uma marcha para defender a educação profissional e tecnológica no Estado de São Paulo. Para isso, a entidade está mobilizando alunos, professores e funcionários do Centro Paula Souza para participarem da manifestação, que será realizada de 2 a 6 de maio. A atividade vem sendo realizada pelo sindicato com a participação do Fórum das Seis e entidades estudantis.

Representantes do sindicato estão visitando as unidades do Ceeteps para realizar a mobilização. Nessa terça-feira (29), a tesoureira do Sinteps, Denise Kyrala, esteve na Etec (Escola Técnica Estadual) “Prof. Armando Bayeux da Silva”, em Rio Claro, para conversar com os funcionários da escola. O objetivo do encontro é informar os funcionários sobre a marcha e mobilizá-los para a manifestação. Denise explica que a realização da marcha foi proposta no congresso da categoria, realizado em dezembro do ano passado.

A marcha terá início no dia 2 de maio, às 9 horas, no pedágio de Caieiras, na Rodovia dos Bandeirantes. Os participantes vão percorrer o caminho até a sede do Centro Paula Souza, cuja chegada está prevista para o dia 5. No dia 6, a manifestação será encerrada com a entrega da Carta da Marcha ao governador do Estado, Geraldo Alckmin.

Denise explica que a marcha foi a alternativa encontrada pela categoria para fazer reivindicações. Ela conta que a categoria está sem reajuste salarial desde 2005. A partir de então, foi adotada a política do bônus, que não é incorporado ao salário, pode ser retirado a qualquer momento e tem regras cujo cumprimento muitas vezes independe do trabalhador.

 

Fonte: JC Rio Claro