SindMetal-GO aguarda resposta de data e horário para a reunião na SRTE/GO

Esperando por uma contraproposta desde o dia 20 de fevereiro e sem uma manifestação séria da empresa, o Sindicato dos Metalúrgicos de Goiânia (SindMetal-GO) deu entrada hoje na Superintendência Regional do Trabalho e Emprego em Goiás (SRTE/GO), com um pedido de mesa redonda para buscar a mediação das negociações, haja vista que a data base da categoria se expirou no dia 1º de abril.

Somente uma reunião foi realizada entre as partes no dia 24 de abril. A representante da empresa fez uma contraproposta de aumento salarial de 10%, índice que foi rejeitado por unanimidade na assembleia realizada pelo sindicato. O atraso no fechamento do acordo que as partes mantêm desde 2009 tem causado revolta dos empregados. Eles alegam que é a primeira vez que ocorre um atraso tão grande nas negociações.


Trabalhadores da Metalúrgica Rezende em assembleia com o SindMetal-GO

“A mediação na SRTE/GO é a última possibilidade de se fechar o acordo por vias normais, caso ela fracasse, os obreiros poderão decretar greve e cruzar os braços”, enfatiza o presidente do sindicato da categoria profissional, Roberto Ferreira.

Veja Também:

> Metalúrgicos fecham convenção com 8% de aumento salarial

> Associados terão mensalidade descontada em folha de pagamento

> SindMetal-GO dá início a mais um curso de qualificação para soldador