Sindicato patronal também quer retirar a obrigatoriedade da homologação realizada no SindMetal-GO

Mais uma reunião frustrada. Na noite da quarta-feira (2) o sindicato patronal emperrou novamente as negociações da Convenção Coletiva de Trabalho. A mesa negociadora do SIMELGO insistiu em fechar reajuste com valor baixo e tirar a obrigatoriedade da homologação realizada no Sindicato. A equipe do SindMetal-GO recusou a proposta do patronal e outra reunião foi marcada para quarta-feira, 9 de maio, às 18h, na sede do sindicato dos trabalhadores.

Segundo o presidente do SindMetal-GO, nenhuma cláusula da Convenção Coletiva atual deve ser retirada. “É inaceitável mexer no que já foi conquistado. Precisamos avançar no valor do reajuste. O SIMELGO já sabe que não negociaremos a retirada de nenhum direito previsto na Convenção Coletiva”. Dezenas de trabalhadores acompanharam a reunião pela TV instalada na recepção do SindMetal-GO.

A união da categoria é extremamente importante neste momento. A situação trabalhista nacional está caótica e só a força da classe trabalhadora pode mudar essa realidade. Junte-se ao SindMetal-GO para que a classe metalúrgica seja ainda mais valorizada.