A 32ª SPAT Metalúrgica recebeu no segundo dia de evento, 22 de novembro, o Superintendente do Ministério do Trabalho em Goiás, Degmar Pereira, que palestrou sobre a tecnologia e os novos riscos de acidentes. Segundo estatísticas fornecidas pelo Governo, mais de 700 mil pessoas sofreram acidentes de trabalho somente em 2014. Na área metalúrgica, o número se aproximou de 10 mil.

O uso dos EPI’s continua sendo a melhor forma de prevenção. O superintendente explica que o dia em que mais ocorrem acidentes são às segundas feiras, quando o trabalhador está mais descansado. “Ele volta pensando no final de semana, mais desligado. Por isso o empregado deve evitar momentos de estresse e desatenção enquanto trabalha, além de sempre verificar se as condições de segurança para exercer sua função estão adequadas às normas”, diz.

Participando pela sétima vez da SPAT, a auxiliar administrativa Ivonete César, da Superar Sistemas, elogiou a edição do evento. “O tema é interessantíssimo, serve até para o nosso cotidiano”, explica. O vereador Felisberto Tavares diz que a valorização do trabalhador é o que garante um bom resultado na produção final. “O maior patrimônio do setor produtivo é o homem, por isso, parabenizo o SindMetal por trazer à discussão um tema como este”, conta.

img_0678

Vereador Felisberto Tavares falou sobre a importância de defender os direitos dos trabalhadores