No mês passado o presidente Michel Temer anunciou que o governo irá liberar o saque do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS) de contas inativas até dezembro de 2015. O cronograma do saque será lançado no início de fevereiro de 2017, levando em conta a data de nascimento do trabalhador. Não haverá limite de valor para sacar. As contas inativas são aquelas que o trabalhador não efetuou o saque do FGTS após a rescisão do contrato de trabalho, em razão do término do contrato ter se dado por justa causa ou em razão de pedido de demissão.

Como a medida afetará a classe trabalhadora

Segundo a advogada do SindMetal-GO, Maria Eugênia Neves Santana, o trabalhador lucrará com a possibilidade de sacar o FGTS em contas inativas. “As contas do FGTS são submetidas a um índice de atualização muito baixo, a Taxa Referencial de Juros (TR) . É mais vantajoso para o trabalhar retirar esse dinheiro e colocá-lo em uma poupança, pois o o valor retido na conta do FGTS não sofre reajustes consideráveis a título de correção monetária e juros”, explica.

Ela ainda acrescenta que, o dinheiro sacado na conta inativa colocado na poupança, “pode ser utilizado em casos de emergências e de desemprego, sem muita burocracia para sacá-lo”. Maria Eugênia também afirma que, ao receber o FGTS, o trabalhador irá utilizá-lo, acarretando a movimentação na economia do Brasil.

Como consultar o saldo do FGTS em contas inativas

O trabalhador pode consultar o extrato do FGTS pessoalmente no balcão de atendimento da Caixa ou em um posto de atendimento e fazer a consulta por meio do Cartão Cidadão com a senha (saiba mais sobre o Cartão Cidadão aqui). Não é possível consultar o extrato do FGTS por telefone.

O saldo poderá ser consultado também no site da Caixa (clique aqui), no do FGTS (clique aqui) ou por meio do aplicativo para smartphones e tablets, com a versão para Android, iOS e Windows (clique aqui para fazer o download gratuito).

Outra maneira é a possibilidade de fazer um cadastro para receber informações do FGTS via SMS:

1. Entre no site da Caixa (aqui), informe o NIS (PIS/Pasep) e coloque a senha cadastrada pelo próprio usuário – caso ainda não tenha senha, é necessário clicar em “cadastrar senha”;

2. É possível também usar a Senha Cidadão;

3. Na página, o trabalhador pode fazer a opção de passar a receber avisos SMS com informações sobre o depósito. Entretanto, ao passar a receber as mensagens, não receberá o extrato bimestral em papel em casa. O extrato anual continua sendo enviado normalmente.

Saiba mais sobre o Alerta SMS da Caixa

Para receber via e-mail, ainda no site da Caixa, o trabalhador deve clicar na opção de receber e-mail com informações sobre o depósito mensal na conta vinculada ao FGTS. Veja na foto abaixo:

Foto: G1

 Como sacar o dinheiro

Para sacar o dinheiro, é necessário se dirigir até uma agência da Caixa, a partir do mês de aniversário do beneficiário, levando documento de identificação, carteira de trabalho e cópias da página de registro civil deste documento (frente e verso) e de cada contrato de trabalho.

Mais informações sobre o FGTS e como utilizar esses meios para receber informações da conta, o trabalhador pode ligar no contato geral da Caixa: 3004-1105. Ou, se preferir, baixar o aplicativo – nele tem todas as opções citadas acima.