Saber o que é e como é apurada a inflação faz toda a diferença para entender o impacto do aumento salarial anual conquistado nas negociações coletivas

Inflação é um índice que mede a variação dos preços de todos os produtos ofertados no mercado. Esse termo é utilizado por economistas e significa aumento contínuo e geral dos preços de tudo o que consumimos. É com base na inflação que os sindicatos renegociam o reajuste salarial anual em suas convenções e acordos coletivos.

O reajuste salarial é negociado de acordo com a inflação do ano anterior. Por exemplo, nas negociações de 2016 a inflação foi de 6,29% e no ano de 2017, 5%. O SindMetal-GO garantiu aos trabalhadores da categoria índice muito superior a 100% do valor inflacionário em 2016 e de 100% da inflação em 2017, tendo o salário de 2016 sido reajustado em 9,91% e em 2017, 5% a partir de 1 de abril de cada um dos mencionados anos.

Porém, durante as negociações de 2016, o SIMELGO havia proposto um aumento salarial de apenas 6% e de 4,7% em 2017, ou seja, índices menores que a inflação daqueles períodos. As propostas foram recusadas pelo SindMetal-GO na época, porque a luta do Sindicato sempre foi por aumentos salariais anuais superiores aos índices da inflação. Assim, graças a união da categoria ao seu sindicato nos anos anteriores, a meta foi cumprida. Este ano a inflação está menor que 2% e a conquista de um índice superior ao índice da inflação depende da união e da continuidade da luta dos trabalhadores juntos ao sindicato representativo.

Para medir a variação da inflação, entra de tudo na conta: gasolina, lazer, transporte, taxas, alimentação, escola e outros itens. Até chegar ao resultado final, o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) divide os produtos em grupos e cada um deles tem peso diferente, de acordo com o que o brasileiro consome mais. Diante dessas inúmeras variantes, o SindMetal-GO luta para manter reajuste digno e que possa surtir efeito econômico no bolso do trabalhador.