Os trabalhadores já afirmaram que estão dispostos a realizar greve

 

A luta pelos empregados da RG Metalúrgica continua. Na manhã da quinta feira (25) a equipe e o presidente do SindMetal-GO se reuniram com os trabalhadores da empresa. Sem justificativa, os empresários deram recesso remunerado até o dia 31 de janeiro.

Trabalhadores estão unidos com o Sindicato para que irregularidades sejam resolvidas

No encontro, o presidente do Sindicato, Eugênio Francisco, instruiu os funcionários a retornarem para casa durante o período em que não tiver expediente. Enquanto isso, outro ofício será enviado à direção da empresa para tentar fechar acordo e regularizar os atrasos nos salários. Caso não haja solução dos problemas por parte dos patrões, o próximo passo será greve.

Na semana passada, a direção da RG Metalúrgica firmou acordo com o SindMetal-GO, mas voltou atrás dias depois. Solicitados por meio de ofício e sob o prazo de 48 horas para resolverem o problema, os empresários reafirmaram que o acordo não é o melhor caminho para solucionar os atrasos nos salários. Além disso, não sugeriram outra solução e nem qual será o prazo para pagar o que devem.

Há dias a empresa não apresenta soluções para o atraso nos salários

Os trabalhadores estão unidos com o SindMetal-GO e já decidiram que se as irregularidades não forem resolvidas, vão parar as atividades e declarar greve. Se isso acontecer, toda a ação estará sob supervisão do Sindicato. Todo o processo de paralisação estará de acordo com as exigências da lei.

Veja vídeo dos trabalhadores unidos com a equipe do SindMetal-GO

RG Metalúrgica permanece com irregularidades e trabalhadores se juntam ao SindMetal-GO

Os trabalhadores estão unidos com o SindMetal-GO e já decidiram que se as irregularidades não forem resolvidas, vão parar as atividades e declarar greve. Se isso acontecer, toda a ação estará sob supervisão do Sindicato. Todo o processo de paralisação estará de acordo com as exigências da lei.

Posted by SindMetal-GO on Friday, January 26, 2018