O SindMetal-GO já se antecipou e iniciou nesta quinta-feira (19) as tratativas de negociação coletiva sob à vigência da Reforma Trabalhista, que se dará a partir de 11 de novembro de 2017. A reunião ocorreu na escola sindical do SindMetal-GO com o presidente do Simelgo, Hélio Naves e o diretor executivo, Orizomar Siqueira.

Os advogados e o presidente do Sindicato, Eugênio Francisco, conversaram com os representantes do sindicato patronal sobre as negociações para 2018. O objetivo é assegurar todos os direitos que atualmente estão previstos na Convenção Coletiva de Trabalho e promover segurança jurídica aos contratos de trabalho já em vigor e aos que irão se iniciar após a Reforma.

O presidente do Simelgo, Hélio Naves e o vice-presidente, Efraim Alves

O convite para reunião partiu da diretoria do SindMetal-GO, ao enviar o ofício à direção do Simelgo. “Queremos uma negociação que garanta ao trabalhador metalúrgico segurança jurídica, benefícios e qualidade nos postos de trabalho”, afirmou a advogada do Sindicato, Maria Eugênia Neves.

Como presidente da entidade, Eugênio Francisco disse que é necessário o adiantamento das negociações porque a categoria metalúrgica goiana é uma categoria forte, unida e “precisa estar assegurada dos direitos que já possui e também se sentir segura e protegida com a atuação assídua do seu sindicato”, concluiu.

Mesa de negociação do SindMetal-GO e do Simelgo