Venda de carros tem melhor abril da história

A indústria automobilística, ao contrário de outros segmentos do comércio, encerra o primeiro quadrimestre com vendas recordes para o período, de 1,164 milhão de veículos, 8,1% a mais em comparação com o mesmo período de 2012. Só em abril foram vendidas 333,7 mil unidades, alta de 17,5% em relação a março e de 29,4% ante o mesmo mês do ano passado.
 
Foi o melhor abril da história e o melhor mês em vendas neste ano. Para maio, a indústria espera vendas diárias similares às de abril – de 15.172 unidades, incluindo caminhões e ônibus -, mas o mês terá um dia útil a menos (21 dias). Somente em automóveis e comerciais leves, as vendas em abril somaram 317 mil unidades e, no ano, 1,105 milhão, 8,6% a mais que nos quatro meses de 2012.
 
No fim de março, o governo anunciou a manutenção do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) reduzido para automóveis até dezembro. A medida evita corrida às lojas, já que estavam previstas mais duas altas do imposto, em abril e julho, quando a alíquota voltaria aos índices de antes da redução anunciada em maio de 2012.Com a manutenção, analistas previam desaceleração nos negócios, o que acabou não ocorrendo em abril. “O setor segue com promoções, há novos produtos chegando ao mercado, mas acho que não vai continuar nesse mesmo ritmo daqui para a frente”, diz Alessandra Ribeiro, da Tendências Consultoria.
 
FEIRÃO
 
Mesmo com o bom desempenho de abril, as montadoras seguem com promoções. A General Motors realiza feirão na fábrica de São Caetano do Sul (SP) de hoje até domingo. É a primeira vez que a fábrica ficará aberta ao público durante três dias com ofertas como juro zero, financiamentos em até 60 meses e descontos especiais.
 
Em abril, o Volkswagen Gol manteve-se como modelo mais vendido no País, com 21,5 mil unidades. O Fiat Uno teve 17,3 mil unidades vendidas, seguido pelo Palio, com 16,3 mil.
 
O Hyundai HB20 continua surpreendendo e segue como o quarto carro mais vendido, com 12,1 mil unidades. Em quinto lugar, está o Volkswagen Fox, com 11,9 mil unidades. No ranking do ano, a Fiat segue como líder em automóveis e comerciais leves, com 22,5% de participação nas vendas. Na sequência estão Volkswagen (19,5%), GM (17,7%), Ford (8,9%), Hyundai (5,8%) e Renault (5,8%). A marca coreana tem 648 carros à frente da francesa.

Fonte: O Popular (GO)