A proposta da empresa Química Amparo de reajustar o vale alimentação em 10% foi aprovada pelos operários do chão de fábrica nesta quarta-feira, 14 de outubro, em assembleia realizada pelo sindicato da categoria. O valor do benefício estava congelado desde abril de 2015, quando a data base da categoria foi vencida. A empresa terá que pagar as diferenças advindas do período de atraso.


Em votação, empregados aprovam 10% de aumento no visa vale

 Com o novo índice, o valor do benefício que era R$135,79 passa para R$149,37 mensais até dezembro de 2015. A empresa se comprometeu a repassar um novo aumento a partir de janeiro de 2016, da ordem de 2%, o que elevará o valor para R$152,35 mensais. A data base para o aumento ficou estabelecida para 1º de outubro de 2016.


A data base para reajustar o vale alimentação ficou estabelecida para 1º de outubro

“Esperamos mais de seis meses pelo aumento, enquanto a inflação continuava subindo. Finalmente vamos conseguir comprar um ingrediente a mais para a cesta básica, que já está tão cara”, avalia o líder de produção Amilton Alves da Silva. Para o presidente do SindMetal-GO, Eugênio Francisco, a entidade cumpriu seu papel mais uma vez. “A vontade do trabalhador é o que importa. Agora, vamos ficar de olho para que a empresa cumpra o prometido”, afirma.