O artigo 473 da Consolidação das Leis do Trabalho (CLT) garante que o empregado ausente do local de trabalho por motivo de doença, desde que comprovado por atestado médico, não sofrerá qualquer prejuízo de sua remuneração e do repouso semanal. Mas empregados da empresa Química Amparo, em Goiânia, reclamam que, neste caso, a lei não está sendo cumprida.

Na denúncia, os funcionários alegam que a empresa quer compensar os atestados médicos apresentados pelos trabalhadores no banco de horas, como se a culpa de ficar doente fosse do trabalhador. Caso haja recusa, o empregado fica devendo as horas mesmo assim. Os operários alegam que, além de descumprir a CLT, o acordo do banco de horas realizado entre as partes não prevê esta atitude.

O departamento jurídico do SindMetal-GO vai averiguar a denúncia e tomar as medidas judiciais cabíveis. A entidade tem à disposição do trabalhador ao menos três formas de apresentar denúncias. É possível telefonar para o número (62) 3224 7277, enviar mensagem para o WhatsApp (62) 8177-0071 ou ainda comparecer à sede do Sindicato, no Setor Aeroporto, em Goiânia. O anonimato do denunciante é garantido.