A “inflação do aluguel” começou 2014 ganhando força, segundo dados divulgados nesta sexta-feira (10) pela Fundação Getulio Vargas (FGV). A primeira prévia do Índice Geral de Preços – Mercado (IGP-M) de janeiro ficou em 0,37% – acima da taxa de 0,32% registrada no mesmo período de dezembro. O IGP-M é usado para reajustar a maioria dos contratos de aluguel.

Entre os indicadores que compõem o IGP-M, a maior taxa foi registrada no Índice de Preços ao Consumidor (IPC), de 0,49% (ante 0,47%) em dezembro. As maiores influências de alta do indicador vieram dos preços da gasolina, que subiu 4,05%, e do etanol, que ficou 4,82% mais caro.

No atacado, medido pelo Índice de Preços ao Produtor Amplo (IPA), os preços tiveram alta de 0,38%, ante 0,26% no mês passado, puxada pelos preços do minério de ferro e do café em grão, que subiram, respectivamente, 1,77% e 8,61%.

Fonte: G1