Na quarta feira, 4 de janeiro, a escola sindical do SindMetal-GO sediou a terceira reunião com autoridades sindicais e o Ministério Público do Trabalho para o planejamento do evento “Frente em defesa do trabalho e dos direitos sociais”. O movimento é organizado pelo Ministério Público do Trabalho da 18ª Região com o apoio de sindicatos profissionais e centrais sindicais. O objetivo é conscientizar e mobilizar a sociedade visando impedir as reformas trabalhistas e previdenciárias nos termos apresentados pelo Governo Federal.

O presidente do SindMetal-GO, Eugênio Francisco, e a presidente da Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil – Goiás (CTB,) Ailma Oliveira, conversam sobre a importância do evento

Estiveram na reunião o presidente do SINPRO/GO, Railton Nascimento Souza, a advogada do SindMetal-GO Maria Eugênia Neves Santana, a representante do SINDSPREV e da CUT, Terezinha de Jesus Aguiar, a advogada previdencialista Maytê Feliciano, a presidente da CTB, Ailma Oliveira e o presidente do SindMetal-GO, Eugênio Francisco de Oliveira. Ao todo, são cinco Centrais Sindicais envolvidas na organização: CUT, Força Sindical, UGT, CTB e CONLUTAS, além de várias Entidades Sindicais Profissionais de primeiro grau, como por exemplo, o SindMetal-GO.

o presidente do SINPRO/GO, Railton Nascimento Souza, a advogada do SindMetal-GO Maria Eugênia Neves Santana, a representante do SINDSPREV e da CUT, Terezinha de Jesus Aguiar, a advogada previdencialista Maytê Feliciano, a presidente da CTB, Ailma Oliveira e O presidente do SindMetal-GO, Eugênio Francisco de Oliveira estiveram na reunião

O evento é aberto ao público e ocorrerá no dia 3 de fevereiro, às 13h, no auditório da Assembleia Legislativa de Goiás. A plenária contará com duas renomadas palestrantes que conversarão sobre a verdade na Previdência Social, a dívida pública, gastos públicos e a destinação de verbas. Ao final, todo movimento seguirá em uma caminhada, como forma de protesto, até o prédio da Gerência Administrativa da Previdência Social, no centro de Goiânia.

A presidente da CTB, Ailma Oliveira e o presidente do SindMetal-GO, Eugênio Francisco de Oliveira em entrevista ao jornal Diário da Manhã