A inflação medida pelo Índice de Preços ao Consumidor – Semanal (IPC-S) mostrou avanço na primeira semana de janeiro de 2014, segundo aponta levantamento da Fundação Getulio Vargas (FGV) divulgado nesta quarta-feira (8).

Entre as despesas pesquisadas, a maior contribuição partiu dos preços de educação, leitura e recreação, que subiram de 0,47% para 1,03%.

O IPC-S apresentou variação de 0,73%, taxa 0,04 ponto percentual acima da registrada na última divulgação.

Nesta semana, das oito classes de gastos analisadas pela FGV,  três apresentaram acréscimo em suas taxas de variação. Além do grupo de educação, cujo destaque ficou com os preços dos cursos formais (de 0,02% para 1,41%), registraram avanços os grupos de alimentação (de 0,93% para 1,04%); e despesas diversas (de 0,38% para 0,70%).

Para cada uma destas classes de despesa, os destaques partiram da variação de preços de frutas (de 3,66% para 5,31%) e cigarros (de 0,55% para 1,26%).

Na contramão, tiveram variações menores os grupos de habitação (de 0,51% para 0,43%); vestuário (de 0,50% para 0,37%); comunicação (de -0,07% para -0,10%); saúde e cuidados pessoais (de 0,53% para 0,47%); e transportes (de 1,20% para 1,16%).

Nessas classes de despesa, os destaques partiram dos itens: tarifa de eletricidade residencial (0,54% para 0,16%), roupas (0,52% para 0,35%), mensalidade para TV por assinatura (0,57% para 0,16%), medicamentos em geral (0,17% para 0,12%) e gasolina (3,93% para 3,20%), nesta ordem.

Fonte: G1