De 190 modelos de carros fabricados em 2011 que custam até R$ 60 mil, o Toyota Corolla Sedan foi o que mais aumentou de preço. Fo

Em janeiro de 2011 o carro custava R$ 60 mil, mas fechou o ano valendo R$ 64.500 em dezembro. A diferença é de R$ 4.500.

Confira, abaixo, uma seleção de 20 carros fabricados em 2011, incluindo modelos 2012, com base em pesquisa da Autoinforme/Molicar, feita a pedido da reportagem.

A tabela tem os carros com a maior redução e o maior aumento de preço.

O Honda Civic teve a maior queda no período, de R$ 10.000. O carro, que custava R$ 58.500 no início do ano, encerrou 2011 valendo R$ 48.500 (confira tabela).

Segundo Joel Leite, diretor da agência Autoinforme/Molicar, essa variação de preços, tanto para cima como para baixo, pode ter várias razões.

“Se um carro vai sair de linha ou terá sua versão substituída, provavelmente haverá queda, como aconteceu com o Honda Civic. Nesse caso, foi o anúncio de nova versão.”

Outro carro que teve redução de preço foi o Renault Kangoo, com queda de R$ 5.400. A Renault diz que a redução aconteceu porque a empresa aumentou os estoques no início de 2011.

Como um dos motivos para a alta de preço, Leite cita o caso da montadora coreana Kia, que solicitou 4.000 unidades do Sportage no Brasil, mas recebeu só metade.

“Nesse caso o preço sobe porque há fila de espera para comprar o carro”, diz Leite.

O Volkswagen Saveiro, um dos carros mais procurados no mercado, segundo Leite, teve a segunda maior alta do ano, de R$ 4.400, e passou a custar R$ 47 mil. A empresa não comentou.

Segundo Leite, se o cliente estiver disposto a pagar, o preço sobe.

ACIMA DE R$ 60 MIL

Segundo mostra a pesquisa, a grande concorrência fez o preço do carro cair em 2011, considerando os modelos acima de R$ 60 mil. O estudo indica que o preço de mercado (não o sugerido) caiu 0,14%no ano.

Fonte: Folha