Custo médio caiu de R$ 383,20, em 31 de maio, para R$ 374,34, em junho. No acumulado em 12 meses, cesta básica ainda tem alta de 7,45%

O preço médio da cesta básica no município de São Paulo caiu de R$ 383,20, em 31 de maio, para R$ 374,34 no fim de junho, uma queda de 2,31%, de acordo com pesquisa da Fundação Procon-SP, feita em parceria com o Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese).
A baixa mais acentuada ocorreu no grupo alimentação, com recuo de 2,9% no período. O grupo higiene pessoal também registrou deflação de 0,29%. O valor dos artigos que compõem o grupo limpeza aceleraram 1,15%, indica a pesquisa divulgada nesta segunda-feira (15).
A variação no ano é de -0,77%, mas no acumulado em 12 meses o custo da cesta básica do paulistano tem alta de 7,45%.
Em junho, de acordo com a Fundação Procon-SP, dos 31 produtos pesquisados, 19 tiveram queda, 10 apresentaram alta e 2 permaneceram estáveis. Os produtos que mais subiram foram o leite em pó integral (4,14%), a salsicha (4,1%), a farinha de mandioca torrada (3,69%) e o creme dental (2,26%). Na outra ponta, registraram as maiores quedas o feijão carioquinha (-8,75%), o alho (-8,62%), a batata (-7,83%) e os ovos brancos (-7,54%).
Os produtos que mais pressionaram o indicador no período, considerando-se os respectivos pesos na cesta, foram o leite em pó, o sabão em pó e o queijo mussarela. As principais pressões de queda partiram do feijão carioquinha, da carne de primeira e da batata.
 
Fonte: G1