A partir de 1º de Janeiro de 2015, o piso salarial dos metalúrgicos passará de R$ 868,80 para R$ 945,60 mensais. O reajuste de 8,8% se deu em função do novo salário mínimo anunciado nesta terça-feira (30/12) pelo Governo Federal através de decreto publicado Diário Oficial da União. Toda vez que o mínimo aumenta, o piso salarial da categoria sobe na mesma proporção. O salário mínimo no Brasil passará de R$ 724 para R$ 788.

Sobre o índice do reajuste, o presidente do SindMetal-GO, Roberto Ferreira, diz que não há motivo para comemorar. “O aumento é baixo e ficou menor que a inflação real acumulada no período”. Ferreira alerta que segundo os cálculos do Dieese, órgão de confiança dos trabalhadores que também mede a inflação no país, para cumprir o disposto na Constituição, o valor do salário mínimo precisaria ser de R$ 2.685,47. 

Vale lembrar que os trabalhadores que estão vinculados em algumas das empresas que negociaram acordos coletivos em separado da convenção também terão o valor do piso alterado conforme índice estabelecido nas negociações. O novo piso salarial entra em vigor no dia 1º de janeiro de 2015.

Veja também:

> Reciclagem para colaboradores começa nesta terça-feira

> Presidente do SindMetal-GO diz o que a categoria deve esperar de 2015

> SindMetal-GO dá prosseguimento às assembleias neste fim de ano

Fonte: Núcleo de Jornalismo e Assessoria de Imprensa