A passagem da tocha olímpica por Goiânia, nesta quinta-feira (5), alterou o trânsito em algumas vias e, consequentemente, o trajeto de linhas do transporte coletivo. A previsão é que a chama esteja na capital por volta das 16h. No total, 97 condutores irão percorrer 200 metros cada, em um trajeto que começará na Praça do Trabalhador e terminará na Praça Cívica.

O tour da tocha partiu de Brasília e já passou nas cidades de Corumbá de Goiás, Pirenópolis e Anápolis. Nesta quinta-feira o trajeto continua por Itaberaí, Cidade de Goiás e Inhumas até chegar a Goiânia. Clique aqui para conferir os principais pontos de passagem da chama olímpica na capital.

Conforme a Prefeitura de Goiânia, o tour deve sair da Praça do Trabalhador. Em seguida, a tocha será levada para os setores Oeste, Bueno, Marista, Bela Vista e Centro. O percurso termina na Praça Cívica, onde atrações artísticas vão se apresentar e acontece o show da banda Jota Quest, previsto para as 23h.

No Setor Oeste, a tocha passa pelas Avenidas República do Líbano, Assis Chateaubriand, Alameda dos Buritis e T-7. No Setor Bueno o revezamento acontece nas Avenidas T-7, T-1, T-2, T-10, T-3, T-5 e T-63. Já no Setor Marista, serão interditadas as Avenidas Americano do Brasil, Ricardo Paranhos, 136 e Rua 146.

A tocha também deve passar pelas Avenidas Couto Magalhães e 5ª Radial, no Setor Bela Vista. Enquanto no Centro, o percurso vai passar pelas avenidas Goiás, Araguaia e Paranaíba, além dos anéis interno e externo da Praça Cívica e nas Ruas 3, 4, 82 e Dona Gercina Borges.

O anel externo da Praça Cívica ficará bloqueado entre a Rua 10 e a Avenida Goiás, e liberado para circulação entre a Avenida Tocantins e a Rua 83. Os bloqueios fora do percurso serão na Avenida Anhanguera com a Rua 200, sendo liberada apenas a passagem de ônibus do Eixo Anhanguera.

A SMT informou que abrirá exceção para casos de emergência, em que veículos de ambulância e da Polícia Militar precisem chegar até um local que faz parte do trajeto da tocha olímpica em Goiânia. Moradores das regiões incluídas no percurso poderão entrar ou sair de suas respectivas residências, mas não poderão transitar de forma contínua pelo local sem que haja necessidade. O trânsito voltará ao normal assim que o comboio da tocha passar.

Após a passagem por Goiânia, a tocha segue na sexta-feira (6) para Trindade, Aparecida de Goiânia, Piracanjuba, Morrinhos e Caldas Novas. O roteiro pelo estado de Goiás termina no sábado (7) , nas cidades de Pires do Rio, Ipameri e Goiandira. Depois a tocha segue para Araguari (MG).

Linhas de ônibus
As interdições no trânsito da capital para a passagem da tocha olímpica também vão afetar a circulação de algumas linhas de ônibus que circulam pela região central nesta quinta-feira. Segundo a Companhia Metropolitana de Transportes Coletivos (CMTC), apenas o Eixo Anhanguera não terá mudanças no atendimento e essa linha será a opção mais ágil para os usuários seguirem aos seus destinos, fazendo integração nos terminais Praça da Bíblia, Praça A e Dergo.

Ainda segundo a CMTC, por conta das interdições no trânsito, os ônibus convencionais poderão apresentar atrasos. A previsão é que a operação volte ao normal a partir das 21h.

Confira abaixo as mudanças nas linhas de ônibus e as alternativas destacas pela CMTC:

– Terminal Cruzeiro: linhas 019, 016, 006, 010, 008 e 017 serão afetadas. Usuários da linha 019 que seguirem para o terminal Praça da Bíblia podem embarcar nas linhas 020 ou 612. Quem utilizava a linha 016 para ir ao Setor Aeroporto pode pegar a linha 171 e desembarcar no Terminal Praça A. Já os usuários da linha 006 com destino a Avenida Goiás podem embarcar nas linhas 020 ou 612 e descer no terminal Praça da Bíblia e depois pegar o Eixo Anhanguera.

Os passageiros da linha 010 que seguirem ao Setor Campinas podem embarcar na linha 171 e desembarcar no Terminal Praça A. Usuários da linha 008 que forem para a rodoviária podem embarcar nas linhas 020 ou 612, desembarcar no Terminal Praça da Bíblia e depois pegar o Eixo Anhanguera. Os usuários que utilizam a linha 017 para ir à rodoviária podem embarcar nas linhas 020 ou 612 e desembarcar no terminal Praça da Bíblia.

– Terminal Bandeiras: linhas 003, 029, 027, 028 e 004.  Os usuários das linhas 003 e 029 com destino à rodoviária podem embarcar na linha 149 e desembarcar no terminal Dergo. Para seguir ao Centro, podem pegar o Eixo Anhanguera. Já os passageiros das linhas 027 e 028 que forem ao Setor Universitário podem embarcar na linha 149, desembarcar no Terminal Dergo e depois pegar o Eixo Anhanguera para chegar ao Terminal Praça da Bíblia.

Os usuários da linha 004 que quiserem ir para a Avenida Araguaia podem embarcar na linha 149, desembarcar no Dergo e depois pegar o Eixo Anhanguera.

– Terminal Isidória: linhas 009, 002, 006, 007 e 014. Usuários da linha 009 que seguirem para o terminal Padre Pelágio podem embarcar na linha 015 e desembarcar no Terminal Praça A. Usuários das linhas 002, 006 e 007 que tiverem como destino a Praça Cívica devem desembarcar no Terminal Cruzeiro.

Já os passageiros da linha 014 com destino ao Setor Campinas podem pegar a linha 015 e desembarcar no Terminal Praça A.

– Terminal Araguaia: na linha 018, os usuários com destino ao Setor Central podem embarcar na linha 580, desembarcar no Terminal Praça da Bíblia e depois pegar o Eixo Anhanguera para o Setor Central.

Já na linha 003, que também será afetada no terminal Maranata, os usuários com destino à rodoviária devem descer no Garavelo, embarcar nas linhas 020 ou 612 e desembarcar no Terminal Praça da Bíblia, em seguida pegar o Eixo Anhanguera para ir ao Setor Central.

– Terminal Parque Oeste: as linhas 167 e 187 serão afetadas. Os usuários podem embarcar nas linhas 308 ou 182, desembarcar no Dergo e depois pegar o Eixo Anhanguera para ir ao Setor Central ou ao Terminal Praça da Bíblia.

 – Terminal Praça da Bíblia: serão afetadas as linhas 027, 028, 400, 401 e 019. Os usuários das linhas 027 e 028, com destino ao Terminal Bandeiras, devem embarcar no Eixo Anhanguera, desembarcar no Dergo e pegar as linhas 149 ou 615.

Já os passageiros das linhas 400 e 401 com destino ao Terminal Praça A e Avenida Independência, respectivamente, deverão embarcar no Eixo Anhanguera. Os usuários da linha 019 que seguirem para o Terminal Cruzeiro podem embarcar nas linhas 020 ou 612.

Terminal Recanto do Bosque: as linhas 013, 170 e 180 serão afetadas. Usuários da linha 013 que seguirem para a Avenida Goiás podem embarcar na linha 305, desembarcar no Dergo e depois pegar o Eixo Anhanguera.

Os passageiros das linhas 170 e 180, com destino ao Setor Universitário, podem embarcar na linha 305, desembarcar no Dergo e depois pegar o Eixo Anhanguera.

– Terminal Goiânia Viva: os usuários que quiserem seguir para o Setor Universitário podem embarcar na linha 307, desembarcar no Dergo e depois pegar o Eixo Anhanguera.

As linhas 400 e 401 saindo do terminal Praça A também serão afetadas. Nesse caso, os usuários devem embarcar no Eixo Anhanguera.

– Terminal Garavelo: serão afetadas as linhas 003 a 004. Em ambos os casos, os usuários com destino ao Centro podem embarcar nas linhas 020 ou 612, desembarcar no Terminal Praça da Bíblia e depois pegar o Eixo Anhanguera.

– Terminal Padre Pelágio: Os usuários da linha 009 que tiverem como destino o Terminal Isidória devem embarcar no Eixo Anhanguera, desembarcar no Terminal Praça A e embarcar na linha 015.

– Terminal Vila Brasília: a linha 007 será afetada. Os usuários com destino à rodoviária devem descer no Terminal Isidória, embarcar nas linhas 020 ou 612 e seguir até o Terminal Praça da Bíblia. Em seguida, devem embarcar no Eixo Anhanguera.

Quem estiver no ponto final das linhas Campus com destino ao Centro deve embarcar na linha 105 e descer no Terminal Praça A.

Já os passageiros que estiverem no ponto final Morada Nova, com destino ao Centro, devem embarcar na linha 149 na Avenida Aderup e descer no Terminal Dergo.

Fonte: G1