Com a categoria em plena campanha salarial, metalúrgicos simulam mesa de negociação e sentem o que rola nas discussões

Na terça-feira (18 de fevereiro), dezenove trabalhadores da categoria vivenciaram praticamente tudo ocorre na mesa em que patrões e empregados  buscam o melhor para cada categoria em época de renovação da convenção coletiva de trabalho. Eles participaram do 51º Curso de Formação Sindical que trouxe como tema: O Sindicato e a Negociação Coletiva de Trabalho.


Participantes do 51º Curso de Formação Sindical em simulação da mesa de negociação

Os argumento dos patrões utilizados na simulação da mesa causou revolta aos protagonistas que defenderam as reivindicações da classe profissional. Foram oito horas e meia de troca de experiências e conhecimento. Na avaliação final, os participantes demonstraram reconhecimento à importância da presença dos integrantes da categoria nas ações do sindicato e prometeram maior participação nas atividades a partir de agora.

“A gente chega aqui com uma forma de pensar e sai daqui diferente, são esclarecidas nossas dúvidas e a cabeça fica bastante aberta. Todo o aprendizado que ganhei será passado para frente, de maneira que seremos capazes de mudar o nosso destino para que os nossos filhos não sofram futuramente”, afirma Paulo Roberto, participante.

 

Veja Também:

> SindMetal-GO pede mesa redonda na SRTE

>  Empregados da Rezende fazem assembleia para definir aumento salarial

> Brasmom e Tecnox recebem reivindicações dos empregados

 

Fonte: Núcleo de Jornalismo e Assessoria de Imprensa