Objetivo foi paralisar a produção por cerca de 40 minutos para forçar a empresa a contribuir com os representantes patronais

O Sindicato dos Metalúrgicos do ABC acaba de realizar assembleia dentro da fábrica da Karmann Ghia, em São Bernardo. O objetivo foi paralisar a produção por cerca de 40 minutos para forçar a empresa a contribuir com os representantes patronais. As negociações seguem por meio da FEM-CUT (Federação dos Sindicatos dos Metalúrgicos da CUT-SP) para o acordo coletivo deste ano. A data base da categoria foi no dia 1º. 

Segundo o coordenador da entidade na companhia, Valter Saturnino Pereira, o Valtinho, dos 630 empregados da unidade, cerca de 480 estavam presentes. Esses trabalhadores são responsáveis  pela produção de estamparias de veículos de várias montadoras, como também ferramentaria para o setor automotivo e montagem de autopeças. 

A categoria pede que os salários sejam corrigidos com a inflação mais aumento real de 2%. Também lutam pela redução da carga horária de 44 horas semanais para 40 horas, sem redução do salário, e elevação do piso com incremento superior ao que for acordado para os pagamentos.  

 

Fonte: Portal Mundo Sindical