O impasse salarial entre a categoria e a empresa continua da mesma maneira

Continuam em greve os metalúrgicos de Angra dos Reis. O impasse salarial entre a categoria e a empresa responsável pelo estaleiro Brasfels continua da mesma maneira, desde a semana passada quando o movimento foi iniciado. Representantes do Sindicato dos Metalúrgicos de Angra dos Reis e da Comissão tirada em Assembléia representativa de todas as correntes existentes entre os trabalhadores, terão mais um rodada de negociação, na próxima semana, em busca do reajuste salarial.

Ontem (29), após uma assembléia que se seguiu a audiência da Justiça do trabalho, os metalúrgicos decidiram continuar com a greve, que já dura nove dias.

– Estamos buscando mais uma alternativa para o impasse salarial entre a empresa e a categoria – afirmou o presidente do sindicato dos metalúrgicos Helio de Azevedo, o Helinho.

A categoria pede 12% de reajuste salarial; R$ 250 reais de tícket-alimentação; e R$ 2 mil de abono. Enquanto, a última proposta da empresa foi de 6,4% de reajuste salarial, com repetição do índice sobre o tícket-alimentação, e sem abono. A próxima assembléia dos metalúrgicos está marcada para segunda-feira, dia 4 de junho, após a rodada de negociações.

Fonte: Diário do Vale (RJ)