Os metalúrgicos da Volkswagen, em São José dos Pinhais, decidiram permanecer de braços cruzados após assembleia realizada ontem

Os metalúrgicos da Volkswagen, em São José dos Pinhais, decidiram permanecer de braços cruzados após assembleia realizada ontem pela manhã. Com a decisão, a greve entrou no oitavo dia, período durante o qual 5.220 veículos deixaram de ser produzidos.

Nova assembleia está marcada para hoje, às 5h30. Os trabalhadores reivindicam o pagamento de R$ 12 mil em Participação nos Lucros e Resultados de 2011, com a primeira parcela no valor mínimo de R$ 6 mil.

Outras montadoras Grande Curitiba concordaram com as demandas dos trabalhadores. A Volvo comprometeu-se a pagar PLR de R$ 15 mil e a Renault, de R$ 12 mil. Já a Volkswagen enfrenta a greve por discordar do valor reivindicado.

 

Fonte: O Diário