Assembleia realizada ontem reuniu 7 mil trabalhadores, que sinalizaram intenção de parar a fábrica

Na manhã de ontem, mais de sete mil trabalhadores da Mercedes-Benz se reuniram no Sindicato dos Metalúrgicos do ABC, em São Bernardo e aprovaram a possível realização de greves e passeatas no processo de luta de reivindicações referentes à campanha salarial deste ano.

“Estamos em estado de alerta permanente e preparados para dois movimentos importantes. Mesa de negociação, com a discussão de alternativas para a fábrica, e mobilização, para possamos assegurar os empregos dos trabalhadores”, enfatizou o secretário-geral da CUT, Sérgio Nobre.

REGIME AUTOMOTIVO/ Já o presidente do Sindicato, Rafael Marques, citou que só em 2013 a compra de peças importadas pelas montadoras e sistemistas aumentou em 21%, mas a venda de carros importados caiu 15%. “Isso aconteceu porque o regime automotivo já tem regras para a importação, mas não tem regras para conteúdo local. E isso tem que mudar para que haja um revigoramento da cadeia automotiva como um todo”, disse.

Greve na scania/ A mobilização realizada ontem pelos funcionários da Mercedes não é a única manifestação trabalhista de grande porte na região. Hoje, os trabalhadores da Scania, também instalada em São Bernardo, irão paralisar as linhas de produção da empresa.

De acordo com o sindicato da categoria, a greve é realizada por exigências feitas em relação aos valores de PLR (Participação nos Lucros e Resultados) repassados aos trabalhadores da multinacional.

MAIS

Defesa do mercado

A luta ela exportação de peças e é um dos pontos que deverá estar entre os mais discutidos na campanha salarial realizada pelos metalúrgicos neste ano 

Ruim para todos

De acordo com o Sindicato dos Metalúrgicos do ABC, a compra de peças importadas, muitas vezes mais baratas para as empresas, enfraquece o cenário nacional e impacta diretamente na geração de empregos

100.000 é o número aproximado de metalúrgicos que atuam no ABCD

Definições

A data-base da categoria é o dia 1º de novembro. Até lá as definições para os salários do ano que vem devem ser realizadas

 

Fonte: Rede Bomdia