Índice foi aprovado em Assembleia Geral concorrida

Os trabalhadores da categoria encerraram nesta quinta-feira, 26 de maio, a Campanha Salarial que definiu a Convenção Coletiva de Trabalho 2011/2012, depois de quatro meses de intensa negociação com o sindicato patronal (Simelgo). O SindMetal-GO só convocou a Assembleia Geral após conseguir um percentual de aumento no poder aquisitivo dos salários, que ficou 37% acima da inflação oficial medida pelo INPC/IBGE. 


Trabalhadores votam a favor do índice de aumento oferecido

Em votação aberta, a contraproposta do Simelgo foi aprovada pela maioria absoluta. Os trabalhadores consideraram expressivos os avanços obtidos em 2011, destacando que o aumento real conseguido vai permitir redução das perdas que ocorrerão até a próxima data base.

O presidente do Sindicato, Roberto Ferreira, atribuiu os méritos do sucesso das negociações à mobilização dos trabalhadores da categoria, que, segundo ele, são fruto do investimento que a entidade tem realizado na formação e educação sindical. “A luta agora é para fiscalizar o cumprimento das cláusulas da Convenção Coletiva de Trabalho, por parte das empresas”, conclui.


Operador de máquina da Metalforte, Eugênio Francisco de Oliveira, considera o aumento justo

Para o metalúrgico Eugênio Francisco de Oliveira, “o aumento foi justo e satisfatório, pois os companheiros se mobilizaram e lutaram unidos”.

Aumento retroativo

No mês de março de 2011, a diretoria do SindMetal-GO ingressou no Tribunal Regional do Trabalho da 18ª Região para garantir a data base da categoria. Isso quer dizer que o aumento salarial será pago com data retroativa a 1° de abril, ficando garantido ainda o pagamento das diferenças havidas em função do atraso ocorrido nas negociações.

 

Veja também: 

>> Ameaça de greve faz Brasmom aceitar Acordo Coletivo

>> Diretoria do SindMetal-GO publica nota de apoio e solidariedade à CNTM

>> Trabalhadores da Hypermarcas decretam greve

 

Fonte: Assessoria de Comunicação do SindMetal-GO