Após quatorze meses sem alteração no salário, os trabalhadores do setor metalúrgico e de material elétrico ligados ao SindMetal-GO finalmente aprovaram a contraproposta dos patrões e fecharam a convenção coletiva de 2015. O aumento deste ano será parcelado: 8,5% com efeito retroativo a 1º de abril e mais 1% a partir do dia 1º de outubro de 2015.

As empresas que não fizeram nenhum adiantamento no dia 1º de abril (data base da categoria) terão que pagar as diferenças salariais decorrentes do atraso das negociações de uma só vez na folha do mês de junho, que deverá ser pago ao trabalhador até o quinto dia útil do mês de julho.

O presidente do SindMetal-GO, Nelson de Padua Netto, afirmou que apesar de não ter sido o ideal, em decorrência da crise econômica que assola o país, o percentual de aumento atingiu mais de 100% da inflação, garantindo o poder de compra dos salários. “O trabalhador esperou por esse momento desde o mês de janeiro e com essa decisão fechamos mais uma campanha salarial vitoriosa”, conclui.

Quaisquer dúvidas a respeito do aumento salarial e da convenção de 2015 devem dirimidas no Departamento Jurídico da entidade pelo telefone (62) 3224-7277 ou pelo WhatsApp: 8177-0071.