A comissão negociadora do SindMetal-GO fechou mais um Acordo Coletivo. Os empregados da Metalúrgica Rezende apreciaram a contraproposta dos empresários na manhã da sexta-feira (5). O percentual de aumento aprovado foi de 42% acima do índice da inflação. A minuta já foi encaminhada para o ministério do Trabalho para ser validada.

O presidente do SindMetal-GO Eugênio Francisco, alertou os trabalhadores sobre o perigo da Reforma Trabalhista

Um dos itens da pauta de reivindicações dos trabalhadores era o plano de saúde que foi aprovado pelos empresários. O benefício será de 50% de participação da empresa. O presidente do SindMetal-GO Eugênio Francisco, conversou com os trabalhadores no chão de fábrica e explicou que “esse é um momento para comemorar as conquistas se levar em consideração a situação do País.”

Os trabalhadores aprovaram a contraproposta da empresa

O presidente lembrou as dificuldades que a comissão negociadora da entidade enfrenta ao negociar com o sindicato dos patrões ou com empresários. “Eles não pensam nos trabalhadores, até hoje o Simelgo não procurou o Sindicato para fechar a convenção”. E ainda alertou, “se a Reforma Trabalhista que o governo Temer está propondo for aprovada, o trabalhador vai sofrer para receber o aumento salarial. Ele terá que negociar com os patrões. Para nós, que representamos uma categoria, já é difícil lutar para que o patronal aceite um índice, imagine para o trabalhador. Que tempo ele terá para correr atrás dos empresários em busca dos direitos?”.

Por Lorrany Castro