Aporte de recursos somou R$ 4 bilhões em janeiro. Planos VGBL arrecadaram R$ 3,2 bilhões, aumento de 22,73%

A arrecadação do setor de previdência privada aberta somou R$ 4 bilhões em janeiro, aumento de 21,60% sobre o mesmo período do ano passado, quando a soma fora de R$ 3,2 bilhões, segundo levantamento da Federação Nacional de Previdência Privada e Vida (Fenaprevi) divulgado nesta quarta-feira (23).

Tiveram destaque os planos VBGL, com arrecadação de R$ 3,2 bilhões, crescimento de 22,73% sobre janeiro do ano anterior. Já a arrecadação dos planos PGBL aumentou 22,50% em janeiro, movimentando R$ 506,9 milhões. Outros produtos de previdência (FAPI, PGRP e VGRP) arrecadaram R$ 1,1 milhão.

Segundo o balanço da federação, nos planos individuais, foram realizados aportes de R$ 3,3 bilhões – crescimento de 22,26% sobre o mesmo período de 2010. Já os planos empresariais tiveram alta de 17,72% e arrecadação de R$ 518,4 milhões.

Ranking
A Bradesco Vida e Previdência liderou o ranking de arrecadação em janeiro, com 29,33% do total dos aportes, seguida pela BrasilPrev (27,70%), Itaú Vida e Previdência (20,29%), Santander Seguros (7,14%), Caixa Vida & Previdência (6,32%), HSBC Vida e Prev. (3,73%), Icatu Seguros (0,93%), Sul America Seg. e Prev. (0,74%), Safra Vida e Prev. (0,71%), Porto Seguro (0,55%). As demais operadoras somam, no total, 2,57% da arrecadação de aportes

Fonte: G1.com