São Paulo- Pela primeira vez em três meses, economistas do setor financeiro revisaram para baixo suas projeções para a inflação deste ano, conforme o acompanhamento do Banco Central, publicado uma vez por semana.

A taxa prevista para o IPCA deste ano caiu de 5,80% para 5,78%. O IPCA é o índice de preços calculado pelo IBGE, e que serve de referência para o governo em seu regime de metas de inflação. Para este ano, o alvo é 4,5%, com uma tolerância de dois pontos porcentuais.

Para 2012 (meta de 4,5%), no entanto, os analistas ainda não aliviaram suas previsões: a mediana das estimativas subiu para 4,80% (era 4,78% na semana anterior).

Essas expectativas são monitoradas com atenção pelo BC. Para tomar suas decisões de política monetária, a autoridade econômica não leva em conta somente a inflação presente, mas também as expectativas sobre alta.

A projeção para o crescimento do PIB neste ano foi reduzida de 4,30% para 4,29% e, para 2012, ficou inalterada em 4,50%. Já a expectativa do mercado para a taxa básica de juros (Selic) permaneceu em 12,50% e em 11,25% ao ano, respectivamente.

 

Fonte: O Popular