Dona Maria Auxiliadora é uma das moradoras da quadra 88 que corre o risco de perder a casa

O choro de Dona Maria Auxiliadora, moradora de um barraco na quadra 88, no Setor Universitário, em Goiânia, é de desespero. A aposentada reside no local há 65 anos e, agora, não sabe onde vai morar. “Sou sozinha, não tenho condições de comprar uma casa ou alugar, porque vivo da aposentadoria. O que estão fazendo com a gente é uma injustiça e não quero esperar pelo pior”, afirma Maria, entre lágrimas, à equipe da TV SindMetal.

Ela e outras 50 famílias estão correndo o risco de serem despejadas da quadra 88 a qualquer momento, em virtude de seus imóveis estarem em um terreno considerado pela Justiça como pertencente à Universidade Federal de Goiás, a UFG. Mas as famílias alegam que ganharam as casas ainda na década de 1940 do próprio fundador de Goiânia, Pedro Ludovico Teixeira.

A notícia da possibilidade de despejo chegou às famílias anos atrás, mas no último dia 9 de junho, o Tribunal Regional Federal da 1ª Região determinou que deverão desocupar os imóveis; e o pior, essas famílias não terão direito a indenização. Ameaçado também pela justiça é o Campus III da Pontifícia Universidade Católica de Goiás, a PUC, que ocupa grande espaço na Quadra 88.

A área foi concedida pela União em 1961 e os moradores querem que as famílias permaneçam no local.