É um absurdo, os funcionários da Jackson Janone Wilms Bohn só recebem o salário do mês vencido após o dia 15 do mês subsequente. Mas as irregularidades não param por aí. Chegou também ao conhecimento do sindicato que nem a padaria que fornece o café da manhã está sendo paga pela empresa.

Resultado? A entrega do pão foi suspensa e os empregados não têm o que comer pela manhã, o que configura descumprimento da Convenção Coletiva. O vale transporte também não está sendo entregue aos empregados na data correta e eles têm que se virar para se deslocar até a empresa para trabalhar. 

E não adianta esperar pelo almoço para matar a fome. A empresa cancelou o convênio com o restaurante que fica ao lado. No lugar dele, foi firmado convênio com um restaurante que fica há seis quilômetros de distância. Com um intervalo para almoço tão curto, não dá tempo nem de engolir a comida.

As providências jurídicas cabíveis já estão sendo tomadas pelo Departamento Jurídico da entidade. Em breve teremos os resultados.

 

Fonte: Núcleo de Joranlismo e Assessoria de Imprensa