Representantes do Sindicato foram até a porta de uma empresa pedir aumento salarial

Na manhã de ontem, segunda-feira (dia 14), representantes do Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias Metalúrgicas, Mecânicas, Material Elétrico e de Construção Naval de Itajaí foram até a frente de uma empresa do setor Naval para pedir 10% de reajuste salarial.

A empresa se nega a negociar com o sindicato e por isso o sindicato está no seu 21º dia de mobilização.

Durante a manifestação o presidente do sindicato do setor, Oscar João da Cunha, orientou os trabalhadores a reduzir o ritmo de trabalho.

“Tomem bastante água, não deixem de ir ao banheiro quantas vezes for necessário, produzam com qualidade, mas sem pressa. Empresa que não paga salário decente não pode exigir produtividade”, destacou o presidente da entidade.

A estratégia, segundo ele, é forçar a abertura de negociação. “É preciso que eles entendam que oferecer um salário justo aos trabalhadores custa menos do que manter um trabalhador desmotivado, pouco produtivo”, revelou Cunha.

Fonte: Mundo Sindical