Com greve decretada para a terça-feira, 22 de março, por atraso no pagamento de salário, os empregados da Irontec Construção Metálica Ltda., decidiram suspender movimento ainda na sexta-feira, 18. Os funcionários entraram em greve na parte da manhã porque ficaram sem receber o mês de janeiro e fevereiro deste ano.


Equipe do SindMetal-GO se reuniu com empresários da Irontec para negociar pagamento de parcelas

A empresa não suportou a pressão e fez uma proposta que foi aceita pelos operários, com a mediação do SindMetal-GO. O pagamento será feito de forma parcelada, sendo a primeira no dia 30 de março, referente ao mês de janeiro e a última no dia 15 de junho quitando o mês de maio. A partir daí a promessa é que o pagamento seja feito dentro do prazo legal estabelecido em lei, até o quinto dia útil do mês subsequente ao vencido.


Proposta de parcela é apresentada para empregados decidirem se aceitam ou não

Em caso de não cumprir o acordo, a Irontec pagará multa equivalente R$ 50,00 por dia até o limite de uma remuneração mensal de cada trabalhador. O presidente do SindMetal-GO, Eugênio Francisco de Oliveira reiterou a posição da entidade de não mais esperar por providências da Superintendência Regional do Trabalho para fiscalizar as empresas em atraso e o caminho é a greve, respeitando a vontade dos trabalhadores.


Urna de votação

 


Presidente, advogada e assessor de base do SindMetal-GO