Alta foi de 0,9% em setembro, em relação ao mesmo mês de 2013. Resultado foi influenciado pela queda de preços de alimentos e bebidas.

A Intenção de Consumo das Famílias (ICF) registrou alta de 0,9% em setembro deste ano na comparação com o mês anterior, de acordo com a Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC).

Esse foi o terceiro aumento consecutivo do indicador. Antes da série de altas, o índice teve seis quedas consecutivas, entre janeiro e junho deste ano.

Segundo a CNC, a maior disposição das famílias para o consumo foi influenciada, principalmente, pela queda dos preços dos alimentos e bebidas.

“Como os patamares estavam muitos baixos na série histórica, este aumento indica apenas uma estabilidade, já que não houve grandes alterações na economia”, explica Juliana Serapio, assessora da divisão econômica da CNC.

Dos sete componentes analisados na pesquisa, apenas a intenção de compra a prazo teve queda (-0,6%). As maiores altas foram observadas na perspectiva de consumo (1,6%) e no momento para a compra de bens duráveis (1,4%).

Para 2014, a entidade revisou a expectativa do volume de vendas do varejo para um crescimento de cerca de 3,7%.

 

Fonte: G1