A insatisfação dos varejistas em relação aos estoques é a maior desde junho de 2011, segundo pesquisa da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de São Paulo (FecomercioSP) divulgada nesta sexta-feira (21) realizada na região metropolitana de São Paulo.

O indicador ficou em 109,5 pontos em fevereiro. De acordo com a federação, zero representa percepção de inadequação total e 200 significa adequação total. “O resultado mostra deterioração da percepção tanto nos comparativos anual quanto mensal”, diz a pesquisa.

Em relação ao mesmo mês de 2013, quando o índice foi de 115,1 pontos, a queda foi de 4,9%. Na comparação com o resultado de janeiro, de 121,7 pontos, o recuo foi de 10%.

De acordo com a federação, o resultado acende a “luz amarela”. A proporção de comerciantes confortáveis com seu nível de estoques também foi a pior desde o início da série histórica.

Fonte: G1