Cenário econômico do Estado aponta desenvolvimento das indústrias em Goiás

A alta da inflação é sempre um problema para o trabalhador assalariado, pois o índice reflete diretamente no poder de compra do trabalhador que não tem como se defender.

A alta do índice inflacionário é também motivo para os patrões justificarem o não reajuste salarial. Segundo alegação dos empresários, com a inflação em alta, o reajuste não pode ser tão significativo a ponto de superar os índices, já que eles também sentem a inflação.

Mas segundo a supervisora técnica do Departamento de Estatísticas de Estudos Socioeconômicos em Goiás (Dieese), Leila Brito, esse argumento não justifica o entrave nas negociações. Para ela nas mesas de negociações, o sindicato patronal procura sempre subterfúgios para argumentar sua incapacidade de poder conceder reajustes e os direitos dos trabalhadores. “Essa argumentação patronal se dá em qualquer circunstância, nessa conjuntura atual ou mesmo no ano passado em que a economia cresceu 7,5 % ao ano”, diz.



Supervisora técnica do Dieese em Goiás, Leila Brito em entrevista para SindMetal-GO

Leila afirma que os Sindicato dos Trabalhadores precisam ficar atentos às publicações dos cenários de desenvolvimento econômico que sinalizam a verdadeira situação do setor. “Esses argumentos apresentados nas negociações devem ser sempre visto de maneira bastante fria, pois ao mesmo que os patrões estão frente aos trabalhadores e falam que estão em prejuízo, em outros fóruns em que eles tem que apresentar bom desempenho eles revelam os verdadeiros números”, salienta Leila.

 “Cabe ao trabalhador semobilizar, ter uma boa assessoria econômica no sentido de desvendar qual é a verdadeira realidade daquela empresa”, afirma ela. 

Veja Também:

> Redução da Jornada de Trabalho

> Qual a diferença entre salário e remuneração?

> Entenda o que é o Descanso Semanal

 

Fonte: Assessoria de Comunicação SindMetal-GO