Índice é o mais baixo desde 2009

Brasília – O quadro negativo da economia está levando os empresários a prever demissões nos próximos seis meses, apontou a pesquisa Sondagem Industrial de agosto divulgada ontem pela Confederação Nacional da Indústria (CNI). “A expectativa de queda do número de empregados para os próximos seis meses é a mais intensa e disseminada pela indústria”, afirmou, em nota, a instituição.

O nível de emprego na indústria melhorou levemente, subindo de 45 para 46 pontos entre julho e agosto. Mas a melhoria não sinaliza recuperação. O indicador abaixo de 50 pontos indica retração. Essa expectativa negativa já tem impacto na previsão de geração de vagas em setembro, com a indústria projetando 47,8 pontos para o indicador – índice mais baixo desde 2009.

As grandes empresas indicam uma redução na força de trabalho, de 48,9 para 48,3 pontos entre agosto e setembro. As médias estimam redução de 47,9 para 46,4 pontos e as pequenas empregadores, mais otimistas, preveem ligeiro recuo, de 48,5 para 48,4 pontos para setembro. Foram consultadas 2.240 indústrias nos primeiros dez dias de setembro.

Fonte: O Popular