A inflação oficial, o IPCA, variou 6,7% no mesmo período.

O INPC (Índice Nacional de Preços ao Consumidor), utilizado no reajuste das aposentadorias e no cálculo de aumento do salário mínimo, teve alta de 6,97% nos últimos 12 meses encerrados em junho.

A inflação oficial, o IPCA, variou 6,7% no mesmo período.

No mês passado, a alta foi de 0,28%, abaixo do resultado de 0,35% em maio. No ano, a oscilação é de 3,3%. Os dados foram divulgados pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) nesta sexta-feira (5).

“É um índice relativamente alto, próximo a 7%, e poderá pressionar as contas do governo”, afirma Eulina Nunes dos Santos, coordenadora de índices de preços do IBGE.

A previsão é que o Tesouro tenha de destinar R$ 41,8 bilhões para fechar os gastos com o pagamento de pensões e aposentadorias do INSS neste ano.

Pela regra, o salário mínimo é reajustado de acordo com o INPC do ano anterior mais o crescimento do PIB no ano retrasado. Já as aposentadorias acima do piso têm reajuste correspondente à correção do INPC.

MAIORES PESOS

O INPC mede a inflação das famílias de rendimento menor (até cinco salários mínimos). A forte alta dos alimentos nos últimos meses pesou no índice dos 12 meses. Durante 2013, a alta dos alimentos e bebidas ficou em 6,12%.

No mês, houve pressão do aumento das tarifas de ônibus urbanos, que após os protestos no país foram cancelados em diversas cidades. O peso foi o maior no INPC de junho, de 0,08 ponto percentual.

 

Fonte: Folha Online