Sindicato dos Metalúrgicos sinaliza com indicativo de greve para a próxima segunda-feira

Com a data base vencendo hoje (1º), e sem alcançar um consenso sobre o reajuste anual de salários com o segmento patronal, o Sindicato dos Metalúrgicos do Amazonas (Sindimetal) ameaça com indicativo de greve da categoria de 140 mil trabalhadores para a próxima semana. 

De acordo com o presidente do sindicato, Waldemir Santana, o índice de reajuste apresentado pela indústria não cobre as perdas ocasionadas pela inflação dos últimos 12 meses e foi veemente rejeitada pelos trabalhadores, em reunião realizada na tarde desta quarta-feira.

“Levamos a proposta para a assembleia e ela foi totalmente rejeitada pelos trabalhadores. Os representantes da indústria vão se reunir na manhã desta quinta-feira para avaliar nossa nova proposta e vamos aguardar o resultado. Mas, caso a proposta não melhore, estamos pensando em parar o Distrito já na segunda-feira”, disse o sindicalista.

O índice apresentado inicialmento pelos trabalhadores foi de 17% de reajuste, com ganho real de 10%, ou seja, o que supera a inflação. A proposta levava em consideração a inflação acumulada nos últimos 12 meses, que chegou a 6,97% em junho. O pedido foi revisado depois das primeiras reuniões e realinhado para 12%, o que daria um ganho real de 5,7%.

Mas, segundo informações do Sindimetal, a indústria apresentou contra-proposta de 5% de reajuste, o que não cobre as perdas com a inflação em um ano.

Dificuldades

O presidente do Sindicato da Indústria de Aparelhos Elétricos, Eletrônicos e Similares de Manaus (Sinaees), Celso Piacentini, não quis comentar o teor da proposta apresentada pela categoria patronal, mas afirmou que as empresas do Polo Industrial de Manaus passam por um momento de dificuldade.

“Na atual situação, qualquer coisa é muito. Temos que ponderar a questão em função da conjuntura. Esse ano, com muita sorte, teremos um resultado igual a 2012, que não foi um ano bom”, disse.

Apesar disso, o representante afirma que as discussões seguem por “um bom caminho”.De acordo com o Sindimetal, o reajuste anual beneficiará 117 mil trabalhadores, o que deve resultar na injeção de R$ 40 milhões na economia, somente com o valor adicional.

Fonte: D24am.com