dado é da pesquisa Radiografia do Endividamento das Famílias Brasileiras, realizada pela Fecomercio – SP

Goiânia está em segundo lugar no ranking das famílias menos endividadas do Brasil. O dado é da pesquisa Radiografia do Endividamento das Famílias Brasileiras, realizada pela Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de São Paulo (Fecomercio – SP), que informou ainda que a capital goiana e o Distrito Federal apresentam quase 30% de diferença no total de famílias endividadas.

Goiânia apresenta 43% das famílias endividadas, enquanto o Distrito Federal tem 70%. As outras duas capitais da região também divergem bastante: Campo Grande, no Mato Grosso do Sul, registra 46% das famílias endividadas, e Cuiabá, no Mato Grosso, 75%. A pesquisa está na terceira edição, traz dados comparativos  de 2010, 2011 e 2012, e tem como fontes o IBGE e a CNC.

 RANKING NACIONAL (2012)

Número porcentual de famílias endividadas

Maiores

Curitiba – 88%

Florianópolis – 82%

Maceió – 77%

Palmas – 75%

Cuiabá – 75%

Menores

Salvador – 40%

Goiânia – 43%

Campo Grande – 46%

São Paulo – 50%

Manaus – 50%

Número absoluto de famílias endividadas

Maiores

São Paulo – 1.814.420         

Rio de Janeiro – 1.253.914

Distrito Federal – 582.601

Curitiba – 518.603

Belo Horizonte – 477.465

Menores

Boa Vista – 38.250

Palmas – 40.958

Rio Branco – 59.696

Macapá – 66.146

Vitória – 69.331

Nenhuma das capitais do Centro-Oeste figura nos rankings das maiores e menores no indicador de valor médio de dívida por família (em reais), mas as quatro cidades apresentam aumento do valor médio da dívida. A dívida média no Distrito Federal por família, em 2012, foi de R$ 2.017 contra R$ 1.740 em 2011; em Goiânia, de R$ 1.783 (R$ 1.714, em 2011); em Cuiabá, de R$ 1.618 (R$ 1.425, em 2011); e Campo Grande foi de R$ 1.571 (R$ 1.484, em 2011).

A porcentagem de comprometimento da renda familiar com a dívida no período 2011/2012, se manteve estável em duas capitais: 30% em Campo Grande e 29% em Goiânia. Mas aumentou no Distrito Federal de 29% para 33%, e em Cuiabá, de 31% para 34%. Na média nacional, no total das capitais, o comprometimento oscilou de 29% para 30%, e o valor da renda mensal comprometida subiu de R$ 1.812 para R$ 1.950.

Famílias com dívidas em atraso (em %)

Maiores

Aracaju – 45%

Porto Alegre – 32%

Macapá – 30%

Salvador – 27%

São Luís – 27%

Menores

Palmas – 11%

Belém – 15%

Goiânia – 15%

Fortaleza – 15%

Distrito Federal – 16%

Destaque para Cuiabá

O elevado índice registrado em Cuiabá (75%) — bem acima do número da média nacional, que é de 59% — coloca a cidade no ranking das cinco capitais com maior porcentual de famílias endividadas, que é liderado por Curitiba, no Paraná, com 88%, seguida por Florianópolis (82%), Maceió (77%), Palmas (75%) e Natal (73%).

Já Campo Grande (46%) e Goiânia (43%), além de estarem abaixo da média nacional, entram na lista das cinco capitais com menores taxas porcentuais de endividamento, liderada pela capital baiana, Salvador, com 40 % de famílias endividadas. Ainda na lista, estão São Paulo e Manaus com 50% e Fortaleza com 52%.

Em relação à porcentagem das famílias que têm dívidas em atraso, apenas Cuiabá registrou aumento na variação das médias 2012/2011, com um crescimento de 4%.  A maior redução na variação das porcentagens de famílias inadimplentes foi apontada em Campo Grande, com uma queda de 23%.

O Distrito Federal apresentou redução de 1% e Goiânia, de 15%. A média nacional das famílias com dívidas em atraso apontou redução de 5%. Em relação ao índice médio de contas em atraso, o Distrito Federal manteve a taxa de 2011, 16%. Goiânia, com 15%, apresentou uma redução em relação ao ano anterior (18%), Cuiabá registrou 26% em 2012, um ponto porcentual de diferença para 2011 (25%); e Campo Grande, 22% em 2012, contra 29% de 2011.

RELAÇÃO CENTRO-OESTE  (2012)

Número de famílias endividadas

Distrito Federal – 582.601 (70%)

Goiânia – 182.260 (43%)

Cuiabá – 138.081 (75%)

Campo Grande – 112.710 (46%)

Parcela mensal da renda comprometida com a dívida

Distrito Federal – 33%

Goiânia – 29%

Cuiabá – 34%

Campo Grande – 30%

 

Valor médio de dívida por família (em reais)

Distrito Federal – R$ 2.017

Goiânia – R$ 1.783

Cuiabá – R$ 1.618

Campo Grande – R$ 1.571

 Famílias com dívidas em atraso (em %)

Distrito Federal – 16%

Goiânia – 15%

Cuiabá – 26%

Campo Grande – 22%

Fonte: A redação