Com a redução das tarifas de ônibus, o mercado financeiro diminuiu as projeções de inflação para o curto prazo

Com a redução das tarifas de ônibus, o mercado financeiro diminuiu as projeções de inflação para o curto prazo. Ao mesmo tempo, elevou a estimativa para a taxa básica de juros, a Selic, para 9,5% ao ano no fim de 2014. As informações constam do relatório Focus, que consulta cerca de 100 instituições semanalmente para auxiliar o Banco Central (BC) na coordenação de expectativas.

Os analistas cortaram as previsões para o IPCA de julho para 0,2% e, para o de agosto, para 0,3%. O movimento, segundo o economista-chefe da SulAmérica Investimentos, Newton Camargo Rosa, é fruto do retorno dos preços de tarifas de transporte aos níveis de 2012 e da devolução da parte da alta dos alimentos vista no início do ano.

“Um período de inflação muito baixa está se aproximando. É bem provável que o IPCA de julho fique próximo de zero, havendo grande possibilidade de se verificar deflação neste mês”, disse o economista, em relatório.

Fonte: O Popular