Alta foi de 2,2% na comparação com outubro, segundo a entidade. Emprego interrompe queda em novembro, assim como horas trabalhadas

O faturamento da indústria registrou crescimento pelo sexto mês consecutivo em novembro deste ano, quando avançou 2,2% na comparação com outubro, informou nesta terça-feira (17) a Confederação Nacional Indústria (CNI).

Ao mesmo tempo, outros indicadores, como o emprego industrial, que recuava há dois meses consecutivos, e as horas trabalhadas na produção (indicador relacionado com a produção industrial), que recuava há três meses seguidos, interromperam a trajetória de queda, acrescentou a entidade.

“Os indicadores industriais de novembro de 2011 interromperam uma sequência de resultados predominantemente negativos das variáveis pesquisadas”, informou a CNI por meio de comunicado.

Acumulado do ano

No acumulado de janeiro a novembro do ano passado, o faturamento da indústria registrou crescimento de 5,2%, o que mostra perda de dinamismo, uma vez que a expansão, em igual período de 2010, havia sido de 10,3%.

A desaceleração também foi observada no emprego industrial e nas horas trabalhadas na produção. O emprego registrou elevação de 2,4% na parcial dos onze primeiros meses de 2011, contra 5,5% de aumento em igual período do ano anterior.

Já as horas trabalhadas na produção, subiram 1% na parcial até novembro do ano passado, contra um crescimento de 7,6% no mesmo período de 2010.

Uso do parque fabril

A Confederação Nacional da Indústria também informou que o nível de uso do parque fabril da indústria, indicador conhecido como “utilização da capacidade instalada”, subiu 0,1 ponto percentual em novembro, para 81,5%. Em outubro, estava em 81,4%. Com isso, diminuiu um pouco o nível de ociosidade da indústria.

Fonte: G1.com