De janeiro a setembro, o faturamento apresenta, agora, queda de 2,2% em relação aos nove primeiros meses de 2011, em R$ 59,9 bilhões

O faturamento da indústria de bens de capital totalizou R$ 6,1 bilhões no mês de setembro, em um recuo de 19,6% em relação ao observado no mesmo mês do ano passado.

Em relação às vendas de agosto, houve queda de 12,3%, na série sem ajuste sazonal. Levantamento divulgado hoje pela Abimaq (entidade que representa os fabricantes de máquinas) mostra que a forte queda afetou o faturamento acumulado do ano do setor, que vinha em alta desde o início de 2012.

De janeiro a setembro, o faturamento apresenta, agora, queda de 2,2% em relação aos nove primeiros meses de 2011, em R$ 59,9 bilhões.

O consumo aparente, que representa o consumo doméstico de máquinas, no entanto, ainda registra alta no período de janeiro a setembro, de 1,4% em relação ao mesmo intervalo no ano passado.

Para a Abimaq, o dado mostra que a demanda continua sendo atendida em grande parte pelos importados. As exportações, por sua vez, continuam crescendo em um ritmo superior ao das importações, e o deficit comercial do setor de bens de capital seguiu a trajetória de queda iniciada em agosto.

No acumulado do ano até setembro, o déficit da balança comercial no setor chegou a US$ 12,8 bilhões, valor 4,1% menor que o observado nos nove primeiros meses de 2011. Na série acumulada até agosto, a queda no déficit era de 3,1% em relação ao mesmo intervalo do ano passado.

Fonte: Folha.com