Na terça-feira (8) mais de 100 empregados da Química Amparo participaram da votação do Programa de Participação nos Resultados (PPR) na sede da empresa. De acordo com a proposta dos empresários, o trabalhador pode receber até 3 salários se bater todas as metas. O PPR foi aprovado pela maioria dos trabalhadores presentes, que elogiaram a ação do Sindicato em valorizar a opinião da categoria. “É importante estarmos cientes das metas a serem cumpridas e, para isso, termos o apoio da equipe do Sindicato para tirar dúvidas”, afirmou o líder de produção Hamilton Alves.

O presidente explicou para os trabalhadores os prejuízos da Reforma Trabalhista

O presidente do SindMetal-GO, Eugênio Francisco, destacou a importância do PPR para o trabalhador. “Nossa presença garante que não sejam estipuladas metas em que o empregado trabalhe exaustivamente ou que não alcance o número proposto”. Para o advogado do Sindicato, João Batista Camargo, “o PPR é positivo porque significa um ganho a mais para o trabalhador, o valor é livre de impostos e serve como incentivo para que ele produza mais e fique satisfeito”.

A assembleia reuniu mais de 100 trabalhadores, que votaram a favor da proposta do PPR

A Reforma Trabalhista também foi tema da reunião. Hamilton considerou importante a discussão do assunto. “O pessoal tem dúvidas e foi importante esclarecê-las. Precisamos nos preocupar com nosso futuro, temos que permanecer juntos e lutando para não sairmos prejudicados com as Reformas”.